A nossa equipa de consultores multidisciplinares, possui um elevado know-how na elaboração e enquadramento de projetos de investimento, nos diversos incentivos financeiros e fontes de financiamento disponíveis no mercado.

 

portugal2020-1

Programa Inovação Produtiva

– Incentivo reembolsável a partir de 35% do investimento elegível

– Pode ser atribuída uma isenção do reembolso até 50% do valor pelas metas atingidas

– Limite mínimo de despesa elegível: 75.000 €

Este tipo de candidaturas, permite aumentar o investimento empresarial em atividades inovadoras (produto, processo, métodos organizacionais e marketing), reforçando o investimento empresarial em atividades inovadoras, promovendo o aumento da produção transacionável e internacionalizável e a alteração do perfil produtivo do tecido económico, através do desenvolvimento de soluções inovadoras baseadas nos resultados de I&D e na integração e convergência de novas tecnologias e conhecimentos e ainda para a criação de emprego qualificado.

São considerados projetos elegíveis:

  • A criação de um novo estabelecimento;
  • O aumento da capacidade de um estabelecimento já existente, devendo esse aumento corresponder no mínimo a 20% da capacidade instalada em relação ao ano pré-projeto;
  • A diversificação da produção de um estabelecimento para produtos não produzidos anteriormente no estabelecimento, sendo que os custos elegíveis devem exceder em, pelo menos, 200% o valor contabilístico dos ativos que são reutilizados, tal como registado no exercício fiscal correspondente ao ano pré-projeto;
  • A alteração fundamental do processo global de produção de um estabelecimento existente, sendo que os custos elegíveis devem exceder a amortização e depreciação dos activos associados à actividade a modernizar no decurso dos três exercícios fiscais precedentes.

Programa Qualificação PME

– Incentivo não reembolsável correspondente a 45% do investimento elegível

– Limite mínimo de despesa elegível: 25.000 €

– Destinado a PME’s

São elegíveis projetos individuais de qualificação, que concorrem para o aumento da sua competitividade, flexibilidade e capacidade de resposta ao mercado global, nos seguintes domínios imateriais de competitividade:

  • Inovação organizacional e gestão
  • Economia digital e tecnologias de informação e comunicação (TIC);
  • Criação de marcas e design;
  • Desenvolvimento e engenharia de produtos, serviços e processos – desenvolvimento de produtos, processos e serviços;
  • Proteção de propriedade industrial;
  • Qualidade;
  • Transferência de conhecimento;
  • Distribuição e logística;
  • Eco-inovação.

Programa Internacionalização PME

– Incentivo não reembolsável correspondente a 45% do investimento elegível

– Limite mínimo de despesa elegível: 25.000 €

– Destinado a PME’s

Este tipo de candidaturas, pretendem reforçar a capacitação empresarial das PME para a internacionalização, com vista a promover o aumento das exportações através do desenvolvimento e aplicação de novos modelos empresariais e de processos de qualificação das PME para a internacionalização, valorizando os fatores imateriais da competitividade, permitindo potenciar o aumento da sua base e capacidade exportadora;

São investimentos elegíveis:

  • O conhecimento de mercados externos;
  • A presença na web, através da economia digital;
  • O desenvolvimento e promoção internacional de marcas;
  • A prospeção e presença em mercados internacionais;
  • O marketing internacional;
  • A introdução de novo método de organização nas práticas comerciais ou nas relações externas;
  • As certificações específicas para os mercados externos.

Para mais informação, consulte aqui.


 Linha de Apoio à Qualificação da Oferta 2016

logotipo_tp-cores

A Linha de Apoio à Qualificação da Oferta 2016 é um instrumento de crédito que visa proporcionar às empresas do setor do turismo melhores condições no acesso ao financiamento.

Enquadramento

O novo instrumento será acessível a empresas turísticas de qualquer dimensão, independentemente da sua natureza ou forma jurídica, desde que cumpram as condições estipuladas. O montante máximo do financiamento concedido poderá chegar aos 75% do valor do investimento elegível, estando definido o valor de 2,5 milhões de euros como limite máximo de investimento do Turismo de Portugal em cada operação, com exceção das candidaturas desenvolvidas em cooperação, agregadoras de várias empresas, em que o limite será de 3,5 milhões de euros.

Condições do Incentivo

Este instrumento financeiro tem uma comparticipação do Turismo de Portugal a 60%, sendo elegível uma componente de fundo de maneio, para apoiar a empresa na gestão da sua tesouraria durante o investimento. Espelhando prioridades de atuação estratégica, a comparticipação do Turismo de Portugal no financiamento é de 60% para 75%, nos projetos de empreendedorismo, de animação turística de reabilitação urbana em áreas turísticas, nos projetos que promovam a redução da sazonalidade e o aumento da permanência média do turista, e ainda nos que se perfilem marcadamente eficientes do ponto de vista energético e ambiental.

Para mais informação, consulte aqui.


Programa MicroInvest e Invest+

A Linha de Financiamento Bonificada MicroInvest e Invest+ são elegíveis para, pessoas que, se encontrem em situação de desemprego e, pretendam criar o seu próprio posto de trabalho.

Logo IEFP Horizontal 1.ai

Condições de Elegibilidade (MicroInvest)

  • O promotor do projeto de criação de empresa deve ter pelo menos 18 anos de idade à data do pedido de financiamento, e não ter registo de incidentes não justificados no sistema bancário;
  • Pelo menos metade dos promotores têm de, cumulativamente, ser destinatários do programa, criar o respetivo posto de trabalho a tempo inteiro e possuir conjuntamente mais de 50% do capital social e dos direitos de voto
  • O projeto de criação de empresa na sua fase de investimento e criação de postos de trabalho não pode envolver a criação de mais de 10 postos de trabalho e um investimento total superior a €20.000, considerando-se para o efeito as despesas em capital fixo corpóreo e incorpóreo, juros durante a fase do investimento e fundo de maneio;
  • O projeto deve apresentar viabilidade económico-financeira;
  • A realização do investimento e a criação dos postos de trabalho devem estar concluídas no prazo de um ano a contar da data da disponibilização do crédito. 

Condições de Crédito

– Investimento: Até €20.000

– Financiamento: Até €20.000

– Prazos de Reembolso: Reembolso no prazo de 5 anos com prestações mensais (amortizações constantes de capital) e com 2 anos de carência de captial.

Condições de Elegibilidade (Invest+)

  • O promotor do projeto de criação de empresa deve ter pelo menos 18 anos de idade à data do pedido de financiamento, e não ter registo de incidentes não justificados no sistema bancário;
  • Pelo menos metade dos promotores têm de, cumulativamente, ser destinatários do programa, criar o respetivo posto de trabalho a tempo inteiro e possuir conjuntamente mais de 50% do capital social e dos direitos de voto;
  • O projeto de criação de empresa na sua fase de investimento e criação de postos de trabalho não pode envolver a criação de mais de 10 postos de trabalho e um investimento total superior a €200.000, considerando-se para o efeito as despesas em capital fixo corpóreo e incorpóreo, juros durante a fase do investimento e fundo de maneio;
  • O projeto deve apresentar viabilidade económico-financeira;
  • A realização do investimento e a criação dos postos de trabalho devem estar concluídas no prazo de um ano a contar da data da disponibilização do crédito.

Condições de Crédito

– Investimento: Superior a €20.000 e até €200.000

– Financiamento: 95% do investimento total, com o limite de €100.000

– Prazos de Reembolso: Reembolso no prazo de 5 anos com prestações mensais (amortizações constantes de capital) e com 2 anos de carência de captial.