Em Moçambique existem incentivos para, a criação de novas empresas que, resultam de programas de financiamento pertencentes ao Banco Mundial, ONG e Linhas de Financiamento Bancário e Programas Específicos de Financiamento.

FinAgro

FinAgro é um programa de 4 anos financiado pela USAID e pelo Governo de Moçambique.

Prevê-se que, este programa de apoio ao investimento no agro-negócio, decorra até Março de 2017, e através das subvenções a disponibilizar, aumente a competitividade do setor privado de Moçambique em algumas culturas de rendimento e cadeias de valor alimentar. O foco será em frutas tropicais (mangas, bananas e ananás), leguminosas (feijão vulgar, feijão nhemba, e feijão boer), oleaginosas (amendoim, soja, e gergelim), castanha de caju, e outras culturas como milho, arroz, batatas e mandioca.

finagro

O Público-Alvo

Inclui pequenas e médias empresas que operam na agricultura, associações, cooperativas de agricultores, agro-processadoras, e actividades exportadoras.

Serão oferecidas subvenções para beneficiários que contribuam diretamente e substancialmente para a competitividade dos subsetores selecionados, grupos de empresas ou cadeias de valor ao invés de apenas gerar benefícios financeiros para um beneficiário individual.

Idealmente, os candidatos devem ter um histórico de pelo menos 1 (um) ano.

Projetos iniciais, especialmente geridos por mulheres, podem ser considerados em circunstâncias especiais.

FinAgro está a procura de projetos que:

  • Promovam parcerias entre agricultores comerciais e pequenos agricultores ou agricultores emergentes;
  • Aumentem o acesso a insumos para produção e equipamentos em áreas específicas;
  • Abordem questões de género encorajando candidaturas femininas;
  • Gerem novos empregos;
  • Aumentem valor e volume de vendas e exportações.
Fonte: FinAgro

Fundo InvestimoZ

O InvestimoZ consiste num Fundo Português de Apoio ao Investimento em Moçambique, foi criado em Abril de 2010 com o objetivo de promover o apoio ao investimento em Moçambique, por parte de empresas portuguesas ou luso-moçambicanas.

investimoz-e-sofid-logo

O Fundo gerido pela SOFID destina-se ao financiamento de projetos de investimento ou de parcerias estratégicas nas áreas da energia, em especial energias renováveis, do ambiente e das infra-estruturas, respeitando critérios de sustentabilidade económica, financeira e ambiental.

Setores Prioritários

Todos os sectores estruturantes da economia moçambicana dando particular atenção às energias renováveis, ambiente, infraestruturas e turismo.

Condições de Crédito

Complementaridade: o Fundo é complementar a contribuições de beneficiários e ao financiamento de outras instituições financeiras

Taxa de juro: em linha com financiamento comercial, podendo beneficiar de uma redução face ao custo médio ponderado.

Prazos de reembolso: 3 a 9 anos

Fonte: SOFID